Chegando em Santiago do Chile

Nossa primeira parada no Chile foi em Santiago. Foi uma parada mesmo. Ficamos apenas dois dias por lá. O primeiro e o último.

Compramos as passagens áreas pelo site da Lan por cerca de 800 reais. Para aproveitar o dia, pegamos uns dos primeiros voos de modo que madrugamos no aeroporto.

Sobrevoar os Andes é realmente incrível. Temos a impressão de estar a poucos metros do solo das cordilheiras. Durante o voo, no momento em que sobrevoamos as montanhas, o comandante avisa que estaremos sobrevoando os Andes. O avião passa relativamente próximo às montanhas. Neste momento todas as janelas estavam tomadas por cabeças que não paravam de fotografar! Mal sabíamos que até o final da viagem de nove dias, não cansaríamos de tanto ver e viver os Andes!

Um rápido giro em Santiago

Chegamos em Santiago por volta das 11h da manhã. A primeira mancada foi pegar um táxi do aeroporto para o hotel, coisa que sempre devemos fazer com ressalvas. Como é comum em aeroportos, fomos praticamente “assaltados” e de cara perdemos  20.000 pesos chilenos para o taxista.

Nos hospedamos no Holiday Inn Vitacura. ( tenho mania de Holiday Inn…) Um bom hotel para uma rápida, porém confortável passagem pela cidade. A diária nos custou cerca de 90 dólares. A infraestrutura não oferece nada demais. Um bom café da manhã e uma excelente cama, resumem as principais qualidades desta habitação! O hotel, situado no bairro Las Condes, é um pouco distante do centro de Santiago, a uma caminhada de cerca de 30 minutos.  Nos arredores existem bancos e muitos excelentes restaurantes. Todos, porém, com precinhos salgados. Afinal Las Condes é um bairro nobre.

Apesar do cansaço, assim que chegamos resolvemos almoçar no famoso Mercado Central de Santiago, a algumas quadras após a Plaza das Armas.  É um lugar curioso, tipo uma feira, bem colorida e alegre. Um bom lugar para comprar e provar iguarias chilenas. Na realidade não difere muito dos mercados centrais que encontramos em diversas cidades brasileiras. Localizado no coração do mercado está um restaurante bem famoso de um tal Sr. Don Augusto.  A especialidade claro,  são os frutos do mar.

Interior do mercado central
Santiago 006
As Lhamas enfeitadas estão ali nas proximidades do Mercado Central para a alegria do turista. E como não poderia deixar de ser, cumprimos o nosso papel de tirar uma dezena de fotografias com o animal.

Após o almoço barulhento devido a cantoria dos “mariachis chilenos”, que grudaram na nossa mesa, demos uma voltinha no centro. Fomos até onde todo turista vai: a Plaza das Armas. Um área central de importância histórica e cultural para o país. Conhecemos também a belíssima Catedral, cuja entrada é gratuita. Depois de percorrer outras construções e monumentos históricos, nos dirigimos ao Parque Metropolitano, um grande parque urbano, onde localiza-se o aclamado Zoológico de Santiago, um dos melhores da américa do sul, e a famosa montanha Cerro San Cristóbal. Fizemos todo este circuito a pé, aproveitando para conhecer um pouco da arquitetura e do funcionamento da cidade.

Já era final da tarde quando chegamos ao Cerro. A montanha, de 300 metros de altitude, nos presenteia com uma grande área verde, trilhas, espaços para piqueniques, barzinhos, vendinhas de artesanto e alguns belos mirantes que rendem boas fotos panorâmicas da cidade, talvez as melhores. A subida até o alto do Cerro é feita por um funicular, uma espécie de bondinho sobre trilhos. No alto da pequena montanha, encontramos a Estatua de la Virgen com  pouco mais de trinta metros de altura.

Definitivamente essa visita ao Cerro San Cristóbal foi a melhor coisa que fizemos na cidade, depois de visitar a vinícola Concha y Toro no nosso último dia de viagem. Gostamos tanto, que encerramos nossos dias no Chile fazendo nós mesmos um piquenique acompanhado por um belo vinho chileno neste mesmo Cerro dias depois. Vale a pena dar uma passadinha no Cerro San Cristóbal, para ver a bela vista da cidade de Santiago, especialmente no final do dia para apreciar o pôr do sol!

Capela no cerro San Cristobal
Santiago 024
Estatua de La Virgen
Santiago 026
Vista de um dos mirantes do Cerro. Santiago estava levemente encoberta por uma névoa que acreditamos que fosse de poluição…
Santiago 075
Pessoas realizam piquenique no alto do Cerro San Cristóbal

Embora não tenhamos tido tempo, em Santiago existem outros passeios que podem ser realizados em um dia, tal como a visita a Concha y Toro, ao Cerro Santa Lucía, uma escapada até as litorâneas Valparaíso e Viña Del Mar e, no inverno, um passeio até uma das estações de esqui que estão a curta distância da cidade, como o Valle Nevado.


Links Úteis:

Mais informações sobre o Parque Metropolitano, acesse o site oficial.

Mais relatos sobre como é o Cerro San Cristóbal, por outros blogs:

Santiago – Cerro San Cristóbal e o Museu La Chascona, por Meus Roteiros de Viagem

Cerro San Cristóbal e o pôr do sol mais lindo de Santiago, por Um Viajante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s