Cidade do Cabo: entre a praia e a montanha, onde ficar?

Onde ficar na Cidade do Cabo e as nossas primeiras impressões sobre a cidade mãe da África do Sul

Sol, mar, natureza, aventura e vinho são as palavras que resumem nossos dias na maravilhosa Cidade do Cabo, a segunda maior cidade da África do Sul. Dizem por aí que ela se parece com o Rio de Janeiro e não faltam turistas (até estrangeiros) fazendo comparações. Limito-me a dizer que a cidade é única, porém tão bela como o nosso também maravilhoso Rio de Janeiro.

A Cidade do Cabo foi o nosso destino final durante a viagem para a África, mas pra mim a sensação era de que uma nova viagem se iniciava.

Deixamos o Kapama Private Game Reserve em Limpopo no único voo com destino a Cape Town que parte sempre as 13:20. O pacote no Kapama já inclui o transfer até a pequena base aérea próxima a reserva, o Easgate Airport ( já falei sobre ele por aqui). Foram aproximadamente duas horas e meia de viagem. Contando o pequeno atraso do voo e mais o desembarque, fizemos nosso check in no hotel já eram quase 18h, restando pouco o que fazer em nosso primeiro dia pela cidade, que acabou se resumindo em lanchar e visitar mercadinhos.

Na Cidade do Cabo nos hospedamos em dois hotéis. Por quê? Não sei dizer, queria passar alguns dias próximo a praia e resolvi mudar, o que no final acabou sendo uma ótima ideia.

Onde ficar na Cidade do Cabo?

Como em qualquer grande cidade, a área central é sempre uma boa opção para quem quer acesso rápido e facilitado ao transporte público e às principais atrações. Mas na Cidade do Cabo, na nossa experiência, isso acabou não sendo muito relevante. Existem muitas coisas pra fazer por lá e as melhores atrações não estão na parte central da cidade, pelo menos para o nosso gosto. Diferente do que estamos acostumados, é muito fácil e rápido se locomover pela cidade de carro e cruzar bairros mais distantes tornou-se uma atração por si só. Durante os nove dias em que estivemos lá pegamos trânsito intenso no horário do rush em apenas um dia. Será que foi sorte?

Considerando que uma das principais vantagens em se hospedar no centro é o preço, fizemos check in no Three Cities Mandela Rhodes Place Hotel and SPA onde passamos seis noites. Embora bem avaliado pelo amigo Tripadvisor, nós não curtimos muito o hotel não, mas pode ser que você goste e eu te digo o por quê!

1550238_46_z
Three Cities Mandela Rhodes Fonte: Tripadvisor

Este hotel está estrategicamente localizado no centro da cidade em uma região empresarial conhecida como City Bowl. Localizado na esquina entre a Corner of Burg com a Wale Street – duas grandes avenidas bastante movimentadas durante o dia. Dependendo do quarto você terá uma vista parcial para a Table Mountain, uma das sete maravilhas da natureza, distante a apenas cinco minutos de carro. Durante o dia esta região onde o hotel está situado ferve, porém a noite as ruas tornam-se bem desertas e perigosas. Ser abordado por um pedinte ou pivete pode não ser algo incomum e isso chegou a acontecer conosco, o que foi determinante para que eu não recomende caminhar por lá a noite, especialmente as mulheres.

O comércio nos arredores do hotel é bem diversificado. Em meio a prédios comerciais,  se encontram lojas de departamento, bancos, casa de cambio, agências de turismo, mercados e algumas atrações turísticas que você consegue chegar a pé mesmo. Dentre elas a Greenmarket Square, a St George´s Cathedral e o restaurante turístico, mas recomendadíssimo, Mama Africa. A Greenmarket Square é uma praça que dizem já ter sediado, no passado, um mercado de escravos e antes de abrigar a feira atual funcionou como uma feira de alimentos. Hoje funciona ali, de segunda a sábado, uma feirinha que vende de tudo ( alimentos não mais!), sendo um ótimo lugar para comprar souvenirs, muita arte, telas, tecidos e esculturas africanas. Mas não vá pensando que é barato, não é tão barato e é mais difícil barganhar o preço porque a feira está sempre cheia de turistas. No entanto, nas ruelas que circundam o hotel também é possível encontrar camelôs que vendem um pouco do que é vendido na Greenmarket Square, mas lá é mais fácil a barganha.

IMG_5570
Música ao vivo no restaurante Mama Africa. O restaurante, lotado, tinha um clima muito animado. No cardápio, alguma iguarias sul africanas e o delicioso e saudoso Malva Pudding!

O Three Cities Mandela Rhodes Place Hotel and SPA pode até impressionar pelo nome nos levando a crer que trata-se de um resort coisa e tal, mas não, na realidade a sua proposta se aproxima a de um apart hotel. Os quartos são apartamentos amplos com sala, cozinha plenamente equipada, quarto e banheiro. O café da manhã é pago a parte no bistrô localizado no amplo saguão que funciona como um mini shopping e que também abriga uma loja de artes, outra de souvenirs, uma operadora de turismo que reserva todo o tipo de passeio, além de caixas eletrônicos. O hotel também possui estacionamento pelo qual paga-se a parte e o SPA… é claro.

Mas então, por que não gostamos tanto do hotel? Bom não gostamos tanto do hotel porque ficamos em um quarto lateral barulhento que dava de frente para um outro prédio nos obrigando a ficar a maior parte do tempo com as janelas e cortinas fechadas (e a maioria dos quartos mais econômicos devem sofrer este inconveniente); porque a outra janela dava para o corredor do hotel; porque a localização a noite era deserta e deu medinho (em mim, claro!) e porque roubaram meu anel no serviço de quarto! E o pior que uma das primeiras coisas que o “mordomo” me falou foi para deixar tudo trancado! Então….fica a dica.

Mas não faltam opções na bela Cidade do Cabo, principalmente para quem está de carro! E é melhor que vc também esteja….( até o final da minha série sobre a Cidade do Cabo você estará convencido disso!!)

Conhecendo as praias da Cidade do Cabo

No final da viagem mudamos da água para o vinho e nos hospedamos no 3 on Camps Bay Boutique Hotel  localizado na região costeira, mais precisamente na praia de Camps Bay. A orla marítima, próximo a área central da cidade, é uma agradável opção de hospedagem para quem está de carro. Camps Bay, Sea Point e Green Point são as localidades para você se hospedar. Enquanto Camps Bay oferece maior proximidade com a Table Mountain e portanto uma beleza natural invejável, em Green Point você estará mais perto de outra atração – o V&A Waterfront – um centro de entretenimento, compras e gastronomia na zona portuária, que acabou sendo o lugar que mais visitamos durante a nossa viagem. Aliás devo confessar que qualquer opção de hospedagem em que você possa ir a pé ao V&A Waterfront é o melhor lugar para se ficar e o mais caro também! Por isso e se for o caso de hospedar-se mais próximo ao centro, considere os hotéis próximo a esse incrível reduto. #ficaadica

Fachada do hotel 3 On Camps Bay na Cidade do Cabo
Fachada do 3 On Camps Bay. Ao fundo os doze apóstolos, um conjunto de picos e formações rochosas da Table Mountain. Fonte: Site do Hotel

Mas voltando ao assunto das praias, todo o trecho de orla da Cidade do Cabo é belíssimo e bem cuidado, cercado por palmeiras exuberantes de troncos grossos,  construções predominantemente brancas e uma admirável arquitetura. A paisagem intercala trechos de praia com calçadões e trechos onde o mar se encontra com as rochas. Estacionar próximo ao calçadão pode ser um pouco mais difícil nos dias de sol. Minha impressão é de que quanto mais para o lado de Green Point , mais residencial o bairro fica e as ruas dão lugar a avenidas mais largas. Na outra extremidade da orla, em Camps Bay, com clima mais turístico, estão as principais praias de águas gélidas com trechos de mar relativamente calmo. As construções residenciais, não muito altas, se acumulam do topo ao pé da encosta que antecede o mar. A rua principal que margeia a praia oferece dezenas de opções de bares, restaurantes e lojas à beira mar.Pra ficar perfeito só faltou a água de coco que aqui no Brasil sempre me acompanha à praia, mas por lá, não encontrei.:(

Parte da orla da Cidade do Cabo vista da Table Mountain
Parte da orla da Cidade do Cabo vista da Table Mountain

 

Orla de Camps Bay na Cidade do Cabo
Orla de Camps Bay na Cidade do Cabo Fonte: http://www.stylehiclub.com

O acesso a algumas praias mais privativas como as de Clifton Beach, ao lado de Camps Bay, é escondido entre algumas luxuosas construções. A estrada neste trecho não se encontra no nível do mar. Para chegar até elas, é preciso encarar escadarias íngremes e estreitas que parecem nos levar até a casa de alguém, mas que na verdade desembocam em trechos exclusivos de areia. Enquanto descíamos por uma delas a sensação era de que estávamos fazendo algo ilegal. Mas acho que era pra descer mesmo…rs.

cidade do cabo sea point
Passeando pela orla de Cape Town
8a0535fd55df5bdfb6c9b7c071c2d059
Apesar de tranquilas é sempre bom ter cautela nas águas dessas praias.

Bom… só por este clima maravilhoso e paisagem exuberante a curta hospedagem no 3 on Camps Bay Boutique Hotel já valeu a pena. Este hotel boutique é uma casa linda transformada em guest house. Possui poucos quartos silenciosos e com boa privacidade. Nosso quarto tinha uma varandinha que dava para um jardim, mas você pode ficar num quarto com vista para o mar. O hotel tem uma varanda no terraço com piscina, sofás e espreguiçadeiras além de um espaço para você fazer um churrasco, tudo isso com uma vista livre para o mar. Um espaço perfeito para se despedir do sol! Há também lugares para estacionar gratuitamente. O único ponto negativo é que ele está localizado mais acima na encosta, o que nos deu uma certa preguiça na hora de caminhar até a praia, mas na orla mesmo tem dezenas de opções de hospedagem que me parecem ser muito boas.

Vista do hotel para a praia de Camps Bay
Café da manhã no 3 On Camps Bay
IMG_4063
Esperando o sol se por no hotel
21609739.jpg.1024x0
Aconchegante área de lazer do 3 On Camps Bay Fonte: Site do hotel

Então qual a melhor região pra se hospedar?

Quando eu voltar (pq com certeza irei… rs!), sem dúvida alguma me hospedarei novamente em Camps Bay  de preferência mais próximo ao mar .  Agora se você está sem carro ou quer mais facilidades e comodidades a segunda melhor opção eu diria que é hospedar-se próximo ao V&A Waterfront em Green Point. Vale lembrar que a maioria dos passeios que você contratar irá buscá-lo e deixá-lo na porta do hotel caso esteja no centro ou próximo dele. Já na orla, eu não tenho certeza.

Claro que é importante considerar também o valor das hospedagens. Na área central (City Bowl) é possível encontrar valores mais em conta, assim como é a diversidade de hotéis. Em Camps Bay as opções começam a ficar um pouco mais salgadas. Mas se você é puro luxo, o seu lugar sem dúvida é no entorno do V&A Waterfront.

Depois de analisar um pouco o que estas áreas tem a oferecer em termos de custo ( mas por favor não esqueça o benefício!!) eu cheguei a seguinte conclusão:

City Bowl: $$$ a $$$$

Green Point: $$$$

Sea Point: $$$

Camps Bay: $$$$

Waterfront: $$$$$

#Dica: Independente de onde você ficar tire uma manhã ou final de tarde para dirigir pela orla e quem sabe até tomar um banho de mar. De Green Point próximo ao estádio dirija pela Beach Road, passe pelo farol mais antigo do país – O Green Point Lighthouse – siga pela orla para curtir o visual de Sea Point até Camps Bay, passando por Clifton. Durante o trajeto você verá de um lado o mar e do outro as montanhas: Lion´s Head, Signal Hill e os Doze Apóstolos roubarão a cena.

Green Point e o cume Lion´s Head ( cabeça do leão)
Green Point e o cume Lion´s Head ( cabeça do leão)
O Green Lighthouse é o farol mais antigo da África do Sul
O Green Lighthouse é o farol mais antigo da África do Sul
Beach Road
Dirigindo pela Beach Road. Em um ponto ela se encontra com a Victoria Road que leva até Camps Bay.

Informações úteis:

3 On Camps Bay:

Diária no quarto duplo com vista para o jardim e café da manhã: aproximadamente R$ 350,00.

Three Cities Mandela Rhodes Place Hotel and SPA:

Apartamento Studio sem café da manhã: aproximadamente R$400,00

Greenmarket Square:

De segunda a sábado, das 09h às 16h.

Mama Africa:

Restaurante temático com música africana ao vivo. Serve carnes de caça.

Localizado na Long Street no centro da cidade.

Necessário efetuar reserva.

Melhores praias para banho próximas ao centro:

Camps Bay e Clifton Beach

2 comentários em “Cidade do Cabo: entre a praia e a montanha, onde ficar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s