Passeio no Vale dos Vinhedos com Maria Fumaça: o tour da Uva e Vinho por conta própria

 

Uma dos passeios mais bacanas pra se fazer quando você visita a Serra Gaúcha é sem dúvida o tour da Uva e do Vinho que dura um dia inteiro e te leva para visitar uma ou mais vinícolas do Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves e termina com um agradável e divertido passeio de Maria Fumaça. O passeio no nostálgico trem acontece no trecho entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa, com direito a uma parada estratégica em Garibaldi para degustação de vinho e suco de uva. A degustação também acontece no desembarque e é sempre acompanhada por boa música ao vivo.

Para tornar este passeio ainda mais sedutor as agências de turismo incluem logo pela manhã uma visita a uma queijaria, a Fetina de Formaio, onde é possível degustar queijos e salames e é onde de fato já começamos a gastar nosso dinheirinho. É impossível sair desta pequena lojinha sem algum quitute. Ali de frente para a Fetina, está a loja da Tramontina. Uma enorme loja, onde reza a lenda, vende tudo com desconto.

Pois bem, fizemos o tour da Uva e do Vinho duas vezes por conta própria e neste post contaremos como e por que!

Como é o  Tour Uva e Vinho com Maria Fumaça?

Saindo de Gramado em direção ao Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves leva-se cerca de duas horas pela rota que passa por Nova Petrópolis.  Nas duas ocasiões dirigimos sem dificuldades com a ajuda do Waze.

Mas para esse passeio dar certo é imprescindível que você saia do hotel no máximo até as 8h da matina!

Primeira parada: Degustação de Queijos

Nossa primeira parada é Carlos Barbosa para conhecer a tal queijaria , já marcada no GPS.

 A Fetina de Formaio fica próxima ao principal acesso a Carlos Barbosa a partir da rodovia , de modo que você mal irá entrar na cidade. E não fosse pelos vários ônibus turísticos e pelos grupos oriundos de excursões entrando e saindo, talvez a gente passasse direto pela lojinha. Apesar que, em nossa última visita no final do ano passado, havia alguns personagens italianos cantarolando e fazendo graça na entrada da loja. Logo, se eles estiverem por lá será impossível se perder.

Para conseguir visitar a Fetina eu recomendo que você se programe para chegar lá até às 10h da manhã para não correr o risco de sacrificar alguma vinícola que você tenha posto no seu roteiro.

20151024_103553
Degustação de queijos em Carlos Barbosa

IMG_5830

Segunda parada: Visita ao showroom da Tramontina

Nada contra a Tramontina, até porque eu adoro os seus produtos, mas visitar esta loja é algo totalmente dispensável.

O showroom fica em frente a Fetina e por lá você encontra praticamente toda a linha da Tramontina, mas como eu já suspeitava tudo é caro. Eu não sei se chega a ter desconto de fato como nos disseram, pois não fiz comparação de preços, mas honestamente vi pouca gente comprando coisas por lá. A loja fica tomada pelos turistas das excursões que costumam chegar lá neste mesmo horário.

Então vale a pena refletir se você prefere passar na loja ou usar este precioso tempo para degustar mais algum vinho ou almoçar com calma no Vale dos Vinhedos. O dia é curto demais para tudo o que se pode fazer na região!

Minha dica é pular a Tramontina e fazer uma parada na Chandon para fazer uma degustação gratuita de espumantes. A Chandon fica a poucos minutos de distância dali, já na estrada para Bento Gonçalves.

Terceira parada: O Vale dos Vinhedos

Ao sair de Carlos Barbosa pega-se novamente a estrada rumo a Bento Gonçalves.  A distância entre as duas cidades é percorrida em cerca de 20 minutos e pelo caminho as placas começam a nos avisar que estamos próximos do Vale dos Vinhedos.

Esta região é imensa e abriga mais de uma dezena de vinícolas, desde as mais famosas do nosso país, como a Miolo e a Casa Valduga, até pequenas vinícolas de produtores independentes que valem muito a visita.

Mapa do Vale dos Vinhedos
Clique aqui para baixar este mapa na versão .pdf.

É claro que em um dia não dá pra conhecer nem um terço dessa região. Os pacotes das agências geralmente incluem a visitação a uma ou no máximo duas casas, sendo  mais comum que os turistas visitem a Miolo. Existem tours privativos também e neles você fica o dia inteiro com um motorista e vai visitando as vinícolas do seu interesse. Acredito que esta seja uma boa opção para aproveitar ao máximo a região, mas sem dúvida não é uma opção para todos os bolsos. Pelo menos não para o nosso…

Nas duas vezes em que fizemos este passeio conseguimos visitar três vinícolas. Se você não fizer aquela paradinha em Carlos Barbosa, dá até pra visitar uma quarta. Mas preciso confessar que nesta última vez, sacrificamos nosso almoço para não perder a Maria Fumaça. Realmente é um pouco corrido.

A maior parte das vinícolas está às margens da Estrada do Vinho e da Vinha Trento e não é necessário entrar em Bento Gonçalves para visitar o Vale dos Vinhedos. Antes de chegar ao pórtico de Bento, fique atento às placas que sinalizam o vale. Os acessos estão à esquerda de quem segue para Bento, vindo de Carlos Barbosa.

Mas se você ainda estiver meio perdido e não sabe bem o que vai visitar e onde vai almoçar, vale esticar até o pórtico de Bento Gonçalves e estacionar logo na sua entrada, pois ali existe um centro de informações turísticas com mapas e folhetos de várias vinícolas.

Recomendo que você escolha previamente as casas que deseja visitar, pois algumas possuem horários definidos de visitação como é o caso da Miolo e da Cave de Pedra, duas das quais visitamos. Porém existem outros menores, como a Cavas do Vale em que basta encostar no balcão para fazer uma bela degustação direto com o proprietário.

Pórtico de Bento Gonçalves - vale dos vinhedos trem maria fumaça
Pórtico de Bento Gonçalves
Vinícola Miolo - vale dos vinhedos trem maria fumaça
Miolo: a visita guiada às caves e parte dos parreiras acontece diariamente de hora em hora, exceto aos domingos que possuem horários mais restritos. Na visita está inclusa degustação. Não é preciso reservar. Basta chegar próximo ao horário e aguardar grupo.
Miolo - vale dos vinhedos trem maria fumaça
A sede da Miolo já vale a visita. Adoramos visitá-la no outono, pois as cores avermelhadas dos plátanos dão um charme especial.
Miolo - vale dos vinhedos trem maria fumaça
O tour da Miolo é bem explicadinho e tradicional porém não dá pra degustar muita coisa.  Ao final, parte do valor pago é convertido em desconto para aquisições na loja da sede.
Visitação Vinícola Cave de Pedra - vale dos vinhedos trem maria fumaça
Vinícola Cave de Pedra: Situada próximo a Miolo, esta vinícola também oferece visitas guiadas diariamente. O atendimento é mais personalizado já que ela é menos popular que a Miolo.
Visitação Vinícola Cave de Pedra - vale dos vinhedos trem maria fumaça
A vinícola tem a arquitetura de um castelo. O tour guiado inclui a visita aos parreirais demonstrativos, dependências do castelo e caves subterrâneas.
Visitação Vinícola Cave de Pedra - vale dos vinhedos trem maria fumaça
1ª parte da degustação da Cave de Pedra que inclui vinhos, espumantes e uma taça de cristal para levar para casa. Ao todo são 5 degustações. Opcionalmente, você pode fazer só a degustação sem o tour guiado. Nos dois casos, o valor também gera um bônus para compras na loja deles.
Visitação Vinícola Cave de Pedra - vale dos vinhedos trem maria fumaça
Vale dos Vinhedos
Degustação na Cavas do Vale- vale dos vinhedos trem maria fumaça
Vinícola Cavas do Vale. Atendimento mais intimista e vinhos excelentes.
 vale dos vinhedos trem maria fumaça
Don Laurindo

Quarta parada: O passeio de Maria Fumaça

Embora este passeio esteja disponível também no horário da manhã, sempre me pareceu melhor fazê-lo à tarde. Após o almoço e depois de ter degustado bastante vinho, dá uma preguiça gostosa que combina perfeitamente com o passeio de trem. Saímos do vale dos vinhedos em direção ao pórtico e entramos na cidade. A estação de onde parte a Maria Fumaça fica bem pertinho. Não dá pra se perder!

Quem opera esse tour é a Giordani Turismo. Você pode comprar os tickets lá mesmo na bilheteria (mas só o faça se for baixa temporada ou se for dia de semana ) ou fazer as reservas previamente pelo telefone. Recomendo que o faça com antecedência!

Partindo de Bento Gonçalves o primeiro passeio da tarde começa às 14h. Neste horário você deixa a cidade no trem rumo a Carlos Barbosa e retorna de ônibus para Bento. Tudo isso incluso no ticket.

O segundo passeio de trem começa às 16h, mas é preciso se apresentar na estação de Bento às 15h para embarcar no ônibus com destino a Carlos Barbosa. Chegando lá  você embarcará na Maria Fumaça e retornará para Bento. Nas duas vezes, fizemos o passeio das 15h.

O passeio de Maria Fumaça é mágico e leva quase duas horas. Em Carlos Barbosa quando a locomotiva se aproxima é difícil não se emocionar com seu apito e com a música, quase sempre italiana, cantada ao vivo para saudá-la.  Quando ela para, todo mundo quer logo entrar, mas não é preciso alvoroço já que os lugares estão marcados no ticket. O melhor lugar é em uma das janelas da lateral direita, se o seu trem estiver viajando em direção a Bento.

O legal deste passeio não é nem a paisagem em si, que muito pouco surpreende a não ser pelo trecho em que o trem passa por cima de uma ponte se curvando de tal maneira que da janela dá pra ver o grande corpo da locomotiva. O mais legal mesmo é o entretenimento a bordo! A cada 10 ou 15 minutos um grupo entra no vagão seja cantando ou encenando algo. Durante a jornada temos música gaúcha, tarantela e encenações italianas.

A única parada do trem é em Garibaldi. Lá nós desembarcamos ao som de cânticos italianos e degustamos suco de uva Garibaldi e vinhos da Miolo. Beba o quanto quiser enquanto durar a parada e aproveite para fazer muitas fotos com a Maria Fumaça!! Vale lembrar que você não irá conhecer Garibaldi. Todo mundo fica ali na estação mesmo, bebendo e tirando fotos.

Seguindo viagem, com o sol se pondo, até mesmos os moradores que já convivem há anos com a passagem da locomotiva param para ver e nos saudar neste charmoso trem.

Ao chegar em Bento Gonçalves, já por volta das 17:30/18h,  desembarcamos novamente com música e mais degustação.

O ingresso da Maria Fumaça dá direito a outra atração: a Epopeia Italiana, um pequeno parque temático, bem próximo da estação, que retrata o cotidiano dos imigrantes italianos. Infelizmente nas duas vezes em que fizemos este passeio, optamos por guardar nossas últimas energias para o caminho de volta até Gramado. E este é o momento do perrengue para o motorista da vez! Se na ida a gente nem sente o tempo passar, na volta serão outros quinhentos e então cai a ficha para a distância a ser percorrida até Gramado.

Maria Fumaça - maria fumaça gramado

Interior do vagão da Maria Fumaça - maria fumaça gramado
Interior do trem com serviço de bordo
Degustação em Garibaldi - Maria Fumaça Gramado
Parada em Garibaldi para degustação
Maria Fumaça - maria fumaça gramado
Rumo a Bento Gonçalves

Por que fazer este passeio por conta própria?

  • Porque você quer montar o seu próprio itinerário e isso inclui decidir se quer ir na queijaria, na Tramontina e a quantidade de vinícolas que vai visitar.
  • Porque você está de carro e quer economizar. Este tour custa em torno de R$ 200 reais por pessoa se for por excursão.
  • Porque você quer escolher as “suas” vinícolas, o tempo que quer passar em cada uma delas e onde você vai almoçar, já que nesta região existe uma boa variedade de ótimas cantinas italianas!

Por que NÃO fazer este passeio por conta própria?

  • Porque você está viajando sozinho
  • Porque você não alugou um carro ou tem preguiça de dirigir por duas horas
  • Porque não tem ninguém para dirigir por você, pois todos irão beber o dia inteiro

 

Então faça a sua escolha e lembre-se: se degustar não dirija, se dirigir não deguste!


Você também poderá se interessar por estes artigos:

Snowland, vale a pena conhecer o parque de neve de Gramado?

Por que Gramado é o melhor destino turístico do Brasil?


 

Já reservou o seu carro para esta viagem?

Recomendamos que utilize o site Rentcars para pesquisar e comparar valores para locação de veículos. Dentre as vantagens em utilizar a Rentcars, está a possibilidade de parcelar a reserva do seu carro em em até 12 vezes sem juros. Faça a sua reserva utilizando nosso banner e ajude a manter este site. Cada reserva feita por aqui gera uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso! 😉

rentcars


16 comentários sobre “Passeio no Vale dos Vinhedos com Maria Fumaça: o tour da Uva e Vinho por conta própria

    1. Oi Alliny, não sabemos informar o preço atualizado, mas vc pode ver no site da Giordani Turismo que é quem opera o passeio. Eles informam o valor do ticket até mesmo por telefone. Acho que não chega a R$ a 50 reais…

      Curtir

  1. Mas se estamos com carro alugado e queremos fazer degustação de espumante e vinhos, como voltar? Há alguma opção de ir somente à Chandon a partir de Gramado?

    Curtir

    1. Oi Andrea,
      Desconheço tours que levem exclusivamente até a Chandon. Também não me parece ser um boa o deslocamento só para ir até lá. A Chandon fica a poucos minutos do Vale dos Vinhedos. O que vc pode fazer caso não tenha um motorista que não beba é contratar um tour privativo. O motorista irá levar vcs no carro dele e dai vocês incluem a Chandon no roteiro! Conheci um casal que fez o tour privativo e eles costumizaram bastante o dia e gostaram muito! É uma opção a considerar!

      Curtir

    1. como vão fazer? O motorista não vai beber? Quero saber porque também estarei com carro alugado e não estou achando passeio que vá para Chandon saindo de Gramado.

      Curtir

  2. Que passeio tão legal! Vou programar de fazer quando for ao sul. Concordo com você sobre a visita à loja da Tramontina. Eu trabalhei nessa região e comprar nessa loja de fábrica é mais pela praticidade se você já estiver por lá porque os preços não são nada diferenciados.
    E os queijos… ah queijos, meus aliados a nunca conseguir emagrecer. Amo!

    Curtir

  3. Meu marido tem paixão por trem ! Já fizemos esse passeio mas quando os filhos ainda eram pequenos, temos que voltar. A região de Bento Gonçalves é incrível ! O roteiro de vcs´está muito legal !

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s